24 outubro 2006

Perversões com animais

Minha secretária sempre me mantém informada sobre as última notícias importantes, além de algumas fofocas sobre gente famosa. Ela chega no escritório, faz o que tem que fazer e, enquanto está à disposição para nos atender, vasculha o site do Jornal O Dia, O Fuxico, etc.

A notícia de hoje foi sobre um cara, não me lembro em que estado, que foi flagrado pela própria mulher, enquanto fazia sexo com a cadela pitbull do casal. A mulher primeiro fotografou, depois denunciou o marido.

Eu sei que esse negócio de sexo com animais não é novidade, nem na Internet, nem no interior do Brasil, mas ainda assim não deixo de ficar chocada ao ouvir uma coisa dessas. Não por moralismo, puritanismo. Fico chocada porque os pervertidos que fazem isso não lembram que aquele orifício em que estão enfiando o membro pertence a um ser vivo! O cara perguntou à pitbull se ela tava afim? Os caras que fazem isso com galinhas e cabras na roça, perguntaram antes se elas estavam afim? Num mundo em que qualquer um compra uma boneca inflável num sexshop, nenhuma necessidade urgente justifica um ato tão animalesco.

Tenho certeza que muitas pessoas, ao lerem minhas considerações, vão pensar: "mas que bobagem, é só um animal". Aí eu pergunto: quando estudaram ciências na escola vocês não aprenderam que o homem é um animal (sobre a parte do racional tenho minhas dúvidas)? Então qual a diferença entre agarrar um pitbull e agarrar uma mulher?

Eu mesma respondo. A diferença é que ao agarrar uma mulher o tarado pratica um tipo penal denominado estupro, crime sério, que dá cadeia, e ao agarrar um pitbull pratica apenas algum tipo de crime ambiental (confesso que não sou profunda conhecedora da legislação que protege animais e meio ambiente). Se a sociedade composta pelos ditos "racionais" protegesse seriamente os direitos dos animais, os tarados pensariam duas vezes antes de sair agarrando bichos.

Agora vamos pensar no caso sob outra ótica. Imaginem se a pit resolvesse se defender e atacasse o tarado (coisa que acho que ela deveria mesmo ter feito)? Um monte de jornais noticiaria o fato, com uma daquelas manchetes tipo "pitbull ataca o dono", e um monte de gente que adora ter motivo pra falar mal da raça sairía por aí dizendo: "tá vendo como é pitbull!".

Pensem o que quiserem pensar, eu sempre vou achar que os animais precisam ser levados mais a sério.

1 Comments:

Blogger Miss Supahstah said...

Eu concordo com você! Uma coisa horrorenta fazer isso com os animais... e com pessoas também!

26/10/06 20:57  

Postar um comentário

<< Home

Loading...